Brasil está entre os 7 países com maior número de recuperados de Covid-19 Em todo o mundo o número de recuperados da Covid-19 já passa de 1,6 milhão de pessoas. A informação está disponível no painel de monitoramento da pandemia que foi desenvolvido pelo Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos. 

O Brasil aparece na 7ª posição, com 84.970 pessoas recuperadas da infecção provocada pelo novo coronavírus.  A estimativa está no último balanço do Ministério da Saúde, divulgado na sexta-feira (15), que indica também 218.223 casos confirmados e 14.817 mortes desde o primeiro registro oficial, em fevereiro. 

As primeiras posições do ranking são ocupadas por EUA, com 250.747 curados. Na sequência vem a Alemanha, com 151.953. A Espanha ocupa a terceira posição na lista, com 146.446.

De acordo com a Johns Hopkins, ao todo, mais de 4,5 milhões já foram infectados pelo vírus no planeta. A instituição, que é referência mundial no monitoramento da pandemia, concentra dados de centenas de países e tem auxiliado autoridades de saúde a dimensionar a crise sanitária.

Anticorpos
Um estudo chinês, publicado pela revista Nature mostra que pacientes que foram infectados e se curaram da covid-19, adquiriram anticorpos que podem lhes dar imunidade por longo tempo.

Depois de 19 dias dos primeiros sintomas, os 285 pacientes pesquisados desenvolveram os anticorpos do tipo IgG, em variadas quantidades, mas sem apresentar condições clínicas diferentes.

O estudo foi conduzido em 3 hospitais na cidade de Xunquim, que fica próxima à província de Hubei, epicentro da pandemia.

Foram monitorados até receberem alta 63 pacientes com o novo coronavírus. As amostras de soro foram coletadas em intervalos de 3 dias. A taxa geral de soroconversão (produção de anticorpos) foi de 96,8% durante o período de acompanhamento.