A partir desta segunda, campanha contra gripe foca em professores e pessoas de 55 a 59 anos Termina neste domingo (17) a primeira parte da última etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe.
 
Nessa fase, os alvos são os deficientes, crianças com idades entre 06 meses e menores de seis anos, gestantes e mães que deram à luz a, no máximo, 45 dias. Nesse último caso, é necessário que a mulher leve documentação que comprove a quantidade de dias que se passou após o parto.
 
E já nesta segunda-feira (18) tem início a segunda fase desta etapa. Dessa vez, será a hora dos professores e da população entre 55 a 59 anos de idade receberem a vacina.
 
Quem faz parte do público-alvo da campanha de vacinação e por algum motivo perdeu o prazo, não precisa ficar sem vacina. Essas pessoas terão até o final da campanha, dia 05 de junho para se imunizar contra gripe.
 
Ao todo,  pessoas foram vacinadas nessa etapa, mas meta é imunizar mais de 36 milhões de pessoas no país. Para atender a toda a demanda de imunização, foram distribuídas mais de 63 milhões de doses da vacina. O investimento total ultrapassou 1 bilhão de reais e garantiu a compra de 79 milhões de doses para toda a campanha.
 
A escolha do público-alvo seguiu a recomendação da Organização Mundial de Saúde e priorizou os grupos que têm maiores chances de desenvolver complicações respiratórias graves por causa gripe.
 
Lembrando que a vacinação contra a gripe não previne contra a Covid 19 mas ajuda os médicos a descartarem outras doenças em caso de contaminação pelo novo coronavírus.


*Agência Brasil