Niterói e São Gonçalo ampliam medidas restritivas de isolamento social Os municípios de Niterói e São Gonçalo, no Grande Rio, adotam - a partir de hoje (11) - medidas mais rigorosas de isolamento social para evitar a expansão do novo coronavírus. Juntos, as duas cidades concentram cerca de 1.200 casos confirmados e 90 mortes por covid-19, segundo dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro.

Em Niterói, foi adotado um lockdown, ou seja, uma medida de isolamento rígido. Com a medida, é permitido o deslocamento apenas por força de trabalho, para ida a serviços de saúde, a estabelecimentos autorizados a funcionar e para a compra de alimentos e medicamentos.

As pessoas que estiverem nas ruas poderão ser abordadas por autoridades e terão que esclarecer o motivo do deslocamento. Niterói também restringirá o acesso à cidade de moradores de outros municípios.

Já em São Gonçalo, o lockdown atingirá apenas o centro da cidade e o bairro de Alcântara, principais centros comerciais do município. Nesses locais só poderão funcionar estabelecimentos essenciais e será proibida a permanência de pessoas nas ruas e outras áreas públicas.

Os seguintes estabelecimentos são considerados essenciais e poderão continuar funcionando: farmácias, hipermercados, supermercados, mercados e centros de abastecimento de alimentos, padarias, pet shops, postos de combustíveis, restaurantes e lanchonetes (os dois últimos apenas para entregas em domicílio).

As medidas serão adotadas até a próxima sexta-feira (15) nos dois municípios, mas as prefeituras avaliarão se será necessário estender o prazo.

Outros municípios também estão endurecendo medidas, como Búzios, que adotou um toque de recolher das 23h às 6h, que impede o deslocamento pela cidade nesse horário, exceto em casos específicos.