Publicidade

Japão desenvolve anticorpo que pode combater infecções da Covid-19 Um grupo de pesquisadores da Universidade de Kitasato, em Tóquio, no Japão, teve sucesso no desenvolvimento de um anticorpo que pode evitar novas infecções do novo coronavírus. Há esperanças de que os resultados desta pesquisa possam derivar na produção de agentes terapêuticos e de diagnóstico de combate às infecções do novo coronavírus, segundo o estudo.

O trabalho acadêmico gerou um anticorpo de domínio simples, conhecido pelas siglas em inglês VHH, que pode atuar contra o coronavírus.

O anticorpo não só pode se unir ao novo coronavírus, mas tem a capacidade de suprimir a infecção, de acordo com a conclusão do texto.

REMDESIVIR
Menos de uma semana depois dos Estados Unidos, o Japão se tornou o segundo país a autorizar o remdesivir para tratar pacientes com covid-19, confirmou nesta quinta-feira (7) uma autoridade do ministério da Saúde.

Os procedimentos de autorização para um novo medicamento geralmente são longos no Japão, mas o governo decidiu fazê-lo rapidamente desta vez, na ausência de soluções terapêuticas validadas.