Pela primeira vez, Bolsonaro fala em reeleição O presidente Jair Bolsonaro afirmou que, "se o povo quiser" e uma boa reforma política não for feita no país, ele estaria disposto a tentar a reeleição em 2022. Foi a primeira vez em cinco meses de governo que Bolsonaro falou em reeleição.

Em declaração à imprensa nesta quinta-feira (20) durante a Marcha para Jesus, em São Paulo, o presidente voltou a defender o ministro Sergio Moro ao dizer que considera o ex-juiz um "patrimônio nacional". Bolsonaro ponderou que as supostas conversas de Moro reveladas pelo site Intercept Brasil podem ter sido alteradas, mas ressaltou não achar "nada de mais" que um juiz converse com ambas as partes.

O presidente afirmou, ainda, que quem cria emprego não é o setor público, mas a iniciativa privada. Para isso, disse que é necessário votar a reforma da Previdência para retomar a confiança. Nesse sentido, ele citou também a reforma tributária e a Medida Provisória da liberdade econômica.