Mais de 1 milhão de pessoas já foram curadas do coronavírus em todo o mundo Em todo o mundo, mais de 1 milhão de pessoas já conseguiram se recuperar da Covid-19, o que representa cerca de 31% do total de casos da doença. Os números são do painel de monitoramento da pandemia da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos. 

A Espanha concentra o maior número de recuperados, com 137.984, seguido dos Estados Unidos (125.949), Alemanha (123.500), China (78.493) e Itália (75.945). Pela estimativa da universidade norte-americana — e confirmada pelo Ministério da Saúde nesta quinta-feira (30) —, no Brasil são 35.935 curados.

A Johns Hopkins indica que, ao todo, mais de 3 milhões já foram infectados pelo novo vírus no planeta. A instituição, que é referência mundial no monitoramento da pandemia, concentra dados de centenas de países e tem ajudado autoridades de saúde a dimensionar a crise sanitária.

Brasil

O Brasil começou recentemente a divulgar também o número de recuperados. Segundo informações divulgadas na quinta-feira pelo governo, o total de curados está em 35,9 mil.

No Hospital Santa Catarina, em São Paulo, dos 227 pacientes internados com diagnóstico positivo para coronavírus,169 já receberam alta desde o início da pandemia. A unidade chegou a registrar 10 altas em um único dia.

Já o hospital HCor, um dos mais movimentados de São Paulo, comemora agora sua centésima alta relacionada ao novo coronavírus. Para marcar essa conquista, 10 ex-pacientes participarão de uma vídeo-chamada com uma enfermeira, na qual poderão contar como está a vida pós-doença e tirar dúvidas sobre a nova rotina.

Importante porém, fazer a ressalva que mesmo depois de receber o diagnóstico de curado, pacientes que tiveram a COVID-19 precisam manter repouso por alguns dias e passar por consultas para que seu estado de saúde seja reavaliado e que seja confirmada de forma definitiva que a doença foi curada.

O Brasil encerrou o mês de abril com 6.006 óbitos e 87.187 casos diagnosticados de coronavírus.