Caixa esclarece dúvidas sobre auxílio emergencial A CAIXA divulgou uma nota à imprensa que esclarece pontos sobre a consulta e o saque ao auxilio emergencial. Desde que o saque foi liberado, na segunda-feira (27), filas imensas têm se formado nas portas das agência. Leia nota na íntegra:

A CAIXA tem atuado para amenizar os impactos econômicos na vida dos cidadãos brasileiros que sofrem os efeitos econômicos da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). O apoio à população mais carente exigiu a implementação de uma megaoperação de cadastramento e pagamento sem precedentes na história do País, resultando no maior programa de inclusão bancária e digital já realizado. Em conjunto com o Ministério da Cidadania e a Dataprev, em apenas duas semanas foi criada toda estrutura para cadastro e pagamento do auxílio emergencial do governo federal, que já contabiliza 44,3 milhões de pessoas beneficiadas.

Para atender quem mais precisa, teve início nesta semana o calendário escalonado de saque em espécie do auxílio emergencial nas agências, casas lotéricas e correspondentes CAIXA Aqui para os beneficiários da Poupança Social Digital. O escalonamento foi pensado justamente para evitar a busca massiva às agências, no momento em que se recomenda evitar aglomerações.

Entretanto, agências em diversas partes do País registram grandes filas e aglomerações de pessoas que não fazem parte do público alvo do atendimento presencial, ou seja, clientes em busca de serviços essenciais (como saque do seguro desemprego e Bolsa Família sem cartão, desbloqueio de senhas, etc) e o público beneficiário do saque em espécie escalonado por data de nascimento. Levantamento da CAIXA aponta que apenas uma pessoa a cada cinco que buscaram presencialmente o banco nessa segunda-feira (27) tinha direito ao saque na referida data.

O aplicativo CAIXA Tem registrou milhões de acessos nos últimos dias, sendo que mais da metade é de usuários que não têm direito ao Auxílio Emergencial. A CAIXA recomenda que somente os brasileiros que receberam o Auxílio Emergencial pela Poupança Social Digital acessem o app CAIXA Tem.

O banco tem envidado todos os esforços para otimizar e acelerar o atendimento em seus canais físicos e digitais. E ressalta a importância de apenas buscarem as agências aqueles usuários que precisam realizar serviços essenciais ou os beneficiários que receberam o auxílio na Poupança Social Digital e desejem fazer o saque em espécie, conforme o seguinte calendário:

28 de abril – nascidos em março e abril

29 de abril – nascidos em maio e junho

30 de abril – nascidos julho e agosto

04 de maio – nascidos em setembro e outubro

05 de maio – nascidos em novembro e dezembro

Visando otimizar a atendimento e organização das filas, a CAIXA também alocou 2.800 novos vigilantes e aumentou o número de recepcionistas para reforçar a orientação ao público e manter os protocolos já implementados para garantir a saúde de todos. Informa ainda que abrirá 800 agências no próximo sábado (02) em todas as regiões do país, no horário de 08 às 12 horas:

http://www.caixa.gov.br/caixacomvoce/Paginas/default.aspx#agencias-feriado

A CAIXA informa que a prioridade ainda é manter o atendimento digital, por meio do cadastramento por app e site e a movimentação do benefício pelo CAIXA Tem. Desta forma, o banco reforça o pedido para que a população só se dirija às agências e casas lotéricas em último caso.

Vale lembrar que quem recebeu o crédito em poupança da CAIXA pode movimentar o valor digitalmente pelo Internet Banking ou mesmo utilizando o cartão de débito em suas compras. Os beneficiários do Bolsa Família elegíveis para receber o auxílio receberão o crédito no mesmo calendário e na mesma forma do benefício regular. Para quem busca informações sobre o cadastro, os canais para esta consulta são o aplicativo CAIXA | Auxílio Emergencial, o site auxilio.caixa.gov.br e a central telefônica exclusiva 111.