Igreja é prioridade da lista de atividades pós-pandemia dos brasileiros A quarentena, principal ação de enfrentamento ao coronavírus, começou nas principais cidades do país na segunda quinze de março. Simples atividades como ir ao salão, frequentar a academia ou correr na praia deixaram de ser feitas. Mas uma pesquisa mostrou que o que o brasileiro não vê a hora de voltar a fazer é ir à igreja. O levantamento foi feito pela Ideia Big Data, que analisou quais são as prioridades da população após o fim do distanciamento social. Voltar a frequentar a Igreja está no topo da preferência dos entrevistados, apesar da variedade de cultos on-line que tomaram conta do YouTube durante a pandemia de coronavírus.

Segundo o levantamento, um em cada três brasileiros (32% dos entrevistados) pretende ir à igreja na primeira semana em que a suspensão das atividades for revogada. Já para 14%, o ideal seria esperar cerca de 15 dias para voltar a frequentar as reuniões.

Outras prioridades
Os brasileiros também querem cuidar da beleza assim que os serviços sejam restabelecidos. Para 24% das pessoas, voltar a ir aos salões de beleza e barbearias é a segunda prioridade.

Seguindo a terceira posição das atividades pós-quarentena, lanchonetes alcançam 18% na lista. Em quarto lugar, para 15% das pessoas, voltar a frequentar restaurantes deve acontecer na semana de reabertura.

Já para 64% dos entrevistados, não é possível indicar quando devem frequentar as casas noturnas.