Governador do Paraná destaca papel social das igrejas batistas

O governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, destacou na terça-feira (18), durante homenagem por ocasião dos 100 anos da Convenção Batista Paranaense, a atuação social dos pastores e dos seus membros em favor dos mais humildes.



Na mesma ocasião, em solenidade na Assembleia Legislativa, os Correios lançaram um selo comemorativo do centenário da instituição, que marca a reunião de cerca de 400 igrejas e 50 mil pessoas.



Para o governador, as organizações cristãs como a Convenção Batista alcançam pessoas que até mesmo os poderes públicos estadual ou municipal têm dificuldades de atender.



“As igrejas, de modo geral, enxergam os invisíveis”, disse Ratinho Junior. Segundo ele, as igrejas levam a palavra de Deus, mas também socialização, e encaminham as pessoas no caminho do bem. “Se tirássemos esse trabalho possivelmente as dificuldades do país seriam muito maiores”, afirmou.



Ratinho Junior também destacou que a cerimônia em lembrança ao dia 10 de julho de 1919, quando cinco igrejas paranaenses e três catarinenses se uniram para formar a Convenção, foi um gesto de reconhecimento do Legislativo e do Executivo aos serviços prestados à sociedade.



“A Igreja Batista tem a sua missão com o Evangelho, mas também um grande trabalho social atrelado, capaz de contagiar outras áreas sociais, e outras igrejas a colaborar nesse projeto”, acrescentou.



Selo



O superintendente dos Correios no Paraná, Paulo Cezer Kremer dos Santos, também apresentou na cerimônia o selo comemorativo alusivo aos 100 anos da Convenção Batista Paranaense. Eles circularão nas correspondências das igrejas da denominação. A peça estampa o número 100 com elementos característicos do Estado, como a araucária e campos de plantação, além das formas da água, tradução visual do batismo Batista.