Publicidade

Léa Mendonça fala sobre perda de prima, vítima do coronavírus A cantora Léa Mendonça usou as redes sociais nesta quinta-feira (16) para esclarecer a morte da prima Kamille Ribeiro, de 17 anos. Kamille é a vítima mais jovem do coronavírus no estado do Rio de Janeiro.

“Germaine, a mãe dela, é quem ia ao hospital visitar o pai dela que estava internado antes mesmo da Covid19. A Germaine pegou o vírus, ficou em isolamento por 1 semana, mas voltou pra casa curada. Já a Kamille recebeu uma carga muito forte do vírus, ficou no respirador por 21 dias, vindo então ao óbito”, esclareceu.

A cantora lamentou o fato de a menina não ter tido um velório, pois a urna foi lacrada devido ao alto risco de contágio.

Léa Mendonça fez um alerta aos seus seguidores.

“Ela não tinha nenhum problema de saúde anteriormente. Para uns, o vírus vem como uma gripe, mas para outros é fatal. Cuide-se! Cuide da sua família”, pediu Léa.

A cantora ainda publicou a nota da Primeira Igreja Batista em Parque Eldorado, Duque de Caxias, da qual Kamille era membro.

Nota de pesar
“A Primeira Igreja Batista em Parque Eldorado, no uso de suas atribuições legais comunica que, nossa ovelha, nossa menina: Kamilly Ribeiro, de 17 anos, foi morar no céu.
Uma menina honrada, dedicada, estudiosa, sempre constante na obra do Senhor. É inacreditável, mas é verdade. Na igreja ela foi batizada pelo nosso Pastor Ailton Bezerra. Foi mensageira do Rei, fez parte da JCM, gostava de louvar ao Senhor e cantava na juventude; sempre exerceu alguma liderança entre nós. Já alguns anos ficava na multimídia da igreja. Sempre empenhada e compromissada, a ponto de ajudar outras igrejas da comunidade com seu talento. Para nós da PIB uma grande perda, mas o céu ganhou uma guerreira tão jovem, tão linda, uma menina separada por Deus. Oremos pela família, Antonio, Germanie e João Pedro. Esses são os votos de condolência da PIBPE. Agradecemos muito a Deus pela vida dela, que impactou a nossa com tudo que ela foi pra nós! A Família PIBPE te ama, vai com Deus. Sua marca de AMOR a obra de Deus guardaremos na nossa memória.
‘Disse- lhe Jesus: Eu Sou a ressurreição e a vida, aquele que crêr em mim, ainda que esteja morto viverá.’ Jo 11.25.”
Diretoria da PIBPE

Kamylle morreu ontem (15) após passar mais de duas semanas internada. A jovem morava em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

Nas redes sociais, amigos definiram a jovem como muito companheira da mãe, uma menina alegre e muito carinhosa com o irmão mais novo. Kamylle se preparava para o vestibular e queria cursar medicina.