Publicidade

Gás natural fica mais barato no Rio de Janeiro a partir de maio O Rio de Janeiro terá tarifas de gás natural mais baixas a partir do dia 1º de maio. A medida, aprovada pela Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Estado do Rio de Janeiro, foi possível graças à queda do custo de aquisição do insumo fornecido pela Petrobras.

Na Região Metropolitana, atendida pela CEG, concessionária de gás no estado, a redução média será de 2,5% para o segmento residencial; 3,2% para o comercial; 5,3% a 7% para o industrial e 7,7% para o GNV. Os novos percentuais foram publicados no Diário Oficial desta segunda-feira (13).

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, afirmou que a medida vai ajudar a investir nas melhorias que o Rio tanto precisa, e que a intenção foi diminuir os custos para os cidadãos e também para as empresas que geram empregos.

No interior do estado, atendido pela concessionária Ceg Rio, os percentuais médios de redução serão de 3,6% para o segmento residencial; 5,4% para o comercial; 6,5% a 8,5% para o industrial; e 8,8% para o gás natural veicular.