Publicidade

Mais de sete mil pessoas acompanharam live entre Bolsonaro e líderes cristãos

Neste domingo de Páscoa (12), em uma videoconferência com representantes evangélicos, católicos e judeus, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o Brasil é “o país mais cristão do mundo”. Bolsonaro disse que vivemos um momento difícil, sem citar o diretamente o novo coronavírus. Em seguida, acrescentou que só Deus tem a cura.

“Vivemos um momento difícil. Sabemos quem pode nos curar [nesse momento, Bolsonaro aponta para cima]. Deus sempre acima de tudo. Nós aqui na Terra temos que fazer a nossa parte”, disse.

A celebração foi transmitida ao vivo pelas redes sociais do Planalto e do próprio presidente.

Como defensor do fim do isolamento imposto à sociedade para evitar que o covid-19 se espalhe ainda mais pelo país, Bolsonaro disse que “precisamos cada vez mais de liberdade. O país precisa ser informado do que realmente está acontecendo. E não através do pânico, mas através de mensagens de paz, de conforto, [para] cada um se preparar para a realidade”.

A live presidencial contou com a participação de líderes religiosos alinhados ao governo, como o apóstolo Luiz Hermínio, pastor Marco Feliciano, bispo Eduardo Bravo, pastor Josué Valandro Jr., apóstolo Estevam Hernandes, pastor Silas Malafaia, bispo Abner Ferreira, pastor Samuel Câmara, bispo J.B. Carvalho, pastor Teófilo Hayashi, missionário R.R. Soares, bispo Rodovalho, apóstolo Renê Terra Nova, pastor André Valadão, padre Reginaldo Manzotti, dom Fernando Antônio Figueiredo e rabino Leib Rojtenberg.

A mediação da videoconferência ficou a cargo de Iris Abravanel, esposa do empresário e apresentador Silvio Santos, do SBT. Também houve vários momentos de louvor com a participação de bispa Sônia Hernandez, Eyshila, André Valadão, Ministério Atitude, Adriana Arydes e padre Reginaldo Manzotti.

Bolsonaro ainda revelou que o slogan “Brasil acima de tudo” nasceu do ambiente militar, mas o complemento “Deus acima de todos” foi dito pela primeira vez em um discurso aos evangélicos.

“Há seis anos eu estava em um evento no Congresso Nacional com vários parlamentares. De repente chegou um pastor dizendo que eu deveria falar. Eu fiquei bolando o que falar para 20 mil evangélicos. Confesso que quando eu falei ‘Brasil acima de tudo’ eu não sabia como complementar, e alguma coisa dentro de mim mandou eu falar ‘Deus acima de todos’”, contou o presidente.

“A responsabilidade é muito grande, a cruz é muito pesada, mas com milhões de pessoas ao meu lado, que têm o coração verde e amarelo, que creem em Deus e acreditam no País, podemos vencer esse obstáculo”, declarou. “Sempre lutamos acreditando em Deus acima de tudo”.

“Feliz Páscoa! Que nós, cada vez mais, nos entreguemos nas mãos do nosso Criador”, finalizou Bolsonaro.

Mais de 7 mil pessoas acompanharam ao vivo, durante mais de 2 horas, a transmissão da TV Brasil pelo YouTube e outras 18 mil nas redes sociais da presidência.

Confira a live completa: