Publicidade

De campeão olímpico a bebê, mais de 220 mil pessoas já foram curadas do coronavírus O nadador sul-africano Cameron Van Der Burgh, medalhista olímpico de ouro na prova dos 100 metros estilo peito, afirmou “estar se sentindo 100% novamente” após ser diagnosticado com o novo coronavírus no final de março. Ele é um dos mais de 220 mil infectados que sobreviveram ao coronavírus. Segundo infectologistas, cerca de 86% das pessoas que contraem o coronavírus conseguem se recuperar sem maiores problemas.

A informação foi divulgada pelo site norte-americano especializado em natação SwimSwam. Van Der Burgh, que ficou com o ouro olímpico nos Jogos de 2012 (Londres) e com a prata quatro anos depois, no Rio de Janeiro, foi o primeiro nadador de renome internacional a divulgar que tinha testado positivo para coronavírus.

Segundo o atleta sul-africano, este foi: “De longe o pior vírus que já enfrentei”. Ele afirmou que demorou cerca de três semanas para sentir-se totalmente de volta ao normal.

Bebê
Aqui no Brasil, um bebê de 1 ano e 4 meses está curado da Covid-19. Ele foi a terceira pessoa infectada por coronavírus em Parintins. O paciente recebeu alta do Hospital Jofre Cohen, neste domingo (05).

Com a confirmação dada pela prefeitura do município, subiu para 43 o número de curados no Amazonas.

O bebê estava internado desde o dia 25 de março. De acordo com o médico Paulo Roberto Pires, diretor clínico do hospital, a criança chegou à unidade com quadro de pneumonia causado pelo coronavírus. Segundo ele, após o período de isolamento, a criança apresenta quadro clínico satisfatório por não apresentar mais nenhum sintoma da Covid-19.