Publicidade

Bebê e avó de 102 anos estão curados da Covid-19 Um bebê de seis meses e uma avó de 102 anos acabam de vencer o coronavírus e se tornaram exemplos de esperança no norte da Itália. O pequeno Leonardo de seis meses e Italica Grondona, 102 anos, sobreviveram após longas batalhas no hospital contra a Covid-19.

O bebê chegou a ficar 50 dias no hospital. E ele retornou para a cidade de Corbetta na região norte da Itália em que vive. O prefeito da cidade de Corbetta, Marco Ballarini, comemorou a volta do pequeno para casa.

O prefeito disse que o pequeno Leonardo é “a maravilhosa face da esperança”. “Hoje nós temos um motivo para sorrir e ser feliz, sentir que nós somos parte de uma comunidade. Hoje nós olhamos para a maravilhosa face da esperança. Corbetta recebe de volta para casa o pequeno Leonardo que acaba de receber alta do hospital por ter vencido a Covid-19. Muito obrigado Leo e obrigado aos seus pais maravilhosos que nunca desistiram. Eles trouxeram o verão para o coração de todos os moradores da cidade de Corbetta! Força Corbetta!”, afirmou o prefeito.

A mãe do bebê Leonardo, desabafou sobre os difíceis momentos com seu filho no hospital. “Eu fiquei muito preocupada, especialmente a noite. Eu não desejo isso a nenhuma mãe”, relatou a mãe da criança em entrevista para a imprensa local. Ela ainda relatou que percebeu que o filho estava doente quando ele teve uma febre e seu coração acelerou.

Já a avó Italica Grondona, da cidade de Genova também no norte da Itália, teve uma recuperação milagrosa após ter passado vinte dias internada lutando contra o coronavírus. Ao darem alta para Italica os médicos disseram que “o vírus se rendeu diante dela”.

Os médicos ainda deram um apelido muito curioso para Italica. “Nós a apelidamos de Highlander – a imortal”, disse a médica Vera Sicbaldi em entrevista para a CNN.

A Dra. Vera Sicbaldi tratou Italica no Hospital San Marino em Genova e ressaltou que a avó de 102 anos “representa esperança para todos os idosos que estão enfrentando esta pandemia”