Publicidade

Flordelis defende filhos acusados pela morte do pai A pastora Flordelis classificou como ridícula a acusação contra dois filhos seus pela morte do Pr. Anderson Carmo, pai adotivo dos acusados.

“Isso é ridículo, acusar alguém sem provas”. Ela acredita que o crime foi uma tentativa de assalto. "É nisso que eu acredito, que foi um assalto, e que ele morreu defendendo a família", disse Flordelis durante o enterro.

Durante o sepultamento de Anderson, nesta segunda-feira (17), a polícia agiu discretamente e prendeu Flávio dos Santos, filho biológico apenas de Flordelis. Flávio tinha um mandado de prisão por violência doméstica.

Um outro filho do casal também foi preso. Lucas, de 18 anos, que é adotado, foi encontrado na casa onde o pastor foi morto. Quando era menor, ele se envolveu com tráfico de drogas.

Lucas e Flávio prestaram depoimento na Delegacia de Homicídios de Niterói sobre a morte do pai. Flávio ficou detido na Delegacia de Homicídios e Lucas foi transferido para unidade do Degase, já que quando cometeu o crime por tráfico de drogas era menor de idade.

A polícia informou que os criminosos fugiram do local sem levar nada. Investigadores revelaram também que os bandidos usaram toucas ninja e que doparam o cachorro da família antes do crime.