Prefeitura do Rio começa a distribuir cestas básicas para trabalhadores mais afetados pela crise A Prefeitura do Rio começou a distribuir, nesta sexta-feira (27), cestas básicas para trabalhadores, entre eles taxistas que pagam diárias e ambulantes, sobretudo os portadores de necessidades especiais e idosos. Inicialmente, a Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SMASDH) vai distribuir, gratuitamente, pelo menos 20 mil cestas. No total, a Prefeitura espera doar mais de 50 mil cestas compradas com recursos próprios. O objetivo é ajudar as faixas da população que mais sofrem economicamente por conta da pandemia do coronavírus.

A distribuição será feita em 12 inspetorias da Guarda Municipal espalhadas pela cidade. Os contemplados neste primeiro momento receberam mensagens via SMS e telefonemas. Só nesta sexta serão entregues 647 cestas básicas.

Os Ambulantes Legais serão uma das primeiras categorias a receber a cesta básica, respeitando a seguinte ordem: portadores de necessidades especiais, ambulantes idosos e demais ambulantes. Os beneficiários devem apresentar documento com foto e comprovante de inscrição como autônomo do Programa Ambulante Legal. Em casos especiais, como no de ambulantes que não podem se locomover, a entrega será feita em casa.

Também está programada a distribuição para os taxistas auxiliares. Eles poderão retirar a cesta básica, na modalidade drive thru, no Riocentro, aproveitando a logística do local. Os taxistas serão informados por meio do aplicativo Taxi.Rio. Os taxistas auxiliares deverão apresentar o CIAT-Rio, que é o cartão de identificação de transporte.