Ouça aqui a Rádio Melodia!

Bolsonaro inclui templos religiosos como essenciais em situação de emergência O presidente Jair Bolsonaro incluiu as casas lotéricas e os templos religiosos na lista de serviços e atividades essenciais que podem funcionar durante a situação de emergência no país em decorrência do novo coronavírus. A decisão foi tomada por meio de decreto, o que não depende de aval do Congresso. Ontem (25) Bolsonaro já havia anunciado nas redes sociais que incluiria as lotéricas, que oferecem também serviços bancários, nessa relação. Segundo ele, 2.463 dos 12.956 estabelecimentos no país estão fechados por decisões estaduais ou municipais.

Em relação aos templos, o decreto afirma que o funcionamento deve seguir as recomendações do Ministério da Saúde. Os templos têm limitado suas atividades presenciais para evitar aglomerações e optando pelos serviços online. Com a decisão de Bolsonaro, elas ficam liberadas da quarentena. Em alguns locais, como São Paulo e Santa Catarina, igrejas foram à Justiça para garantir a realização de cultos.

No fim de semana, o pastor Silas Malafaia chegou a dizer que, apesar da suspensão dos cultos presenciais nas igrejas da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, manteria os templos abertos por considerar que eles são o “hospital de Deus”, em uma clara preocupação com a saúde emocional e espiritual das pessoas durante a pandemia do coronavírus.

O ato, publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (26), amplia a relação de atividades consideradas essenciais durante a pandemia, que foi editada pelo governo no fim de semana. Dentre elas, já estavam serviços de saúde e segurança pública, por exemplo.

O decreto desta quinta também incorpora na lista, além de "atividades religiosas de qualquer natureza, obedecidas as determinações do Ministério da Saúde", e "unidades lotéricas", outros serviços e atividades, como geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, produção de petróleo e atividades de pesquisa científica e laboratoriais.