Filho adotivo de Flordelis é detido após enterro do pai Um dos filhos adotivos da deputada federal Flordelis e do pastor Anderson do Carmo de Souza foi detido logo após o enterro do pai, no início da tarde desta segunda-feira por conta de uma acusação de violência doméstica. Ele também é o principal suspeito pela morte do pastor, na madrugada deste domingo (16), em Niterói, na Região Metropolitana do Rio.

Após o filho ser levado pelos policiais, Flordelis rechaçou a participação dele no caso:

"Isso é uma grande mentira, uma inverdade. É especulação. Não vou permitir que ninguém acuse nenhum dos meus filhos sem ter provas", reclamou.

Mais cedo, durante um evento público, o governador Wilson Witzel (PSC) já havia dito que um dos filhos do casal é investigado no caso.

"A morte nos causa muita perplexidade. Ontem, estive com o secretário de Polícia Civil e ele me disse que há suspeita de que um dos filhos adotados, não sei se formalmente ou informalmente, teria praticado o crime. Agora, está nessa linha de investigação. É um fato lamentável e espero que tudo seja rapidamente esclarecido. Vamos acompanhar a investigação", disse Witzel.

O nome do filho detido não foi divulgado. Flordelis acredita que foi uma tentativa de assalto e que o marido morreu defendendo a família. A deputada e o pastor têm 55 filhos, 51 são adotivos.