Publicidade

Casos de idosos curados da Covid-19 surpreendem médicos Os idosos formam o principal grupo de risco para o coronavírus. No entanto, alguns casos têm surpreendido a medicina. Vários países, inclusive o Brasil, têm registrado casos de pessoas acima dos 60 anos que foram curadas da Covid-19.

Em Pernambuco, nesta sexta-feira (21) houve a primeira cura clínica de paciente diagnosticada com a Covid-19, doença causada pelo vírus. Trata-se de uma paciente de 66 anos. Ela e o marido, de 71 anos, tiveram os dois primeiros testes confirmados no estado.

O chefe do setor de infectologia do Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), no Recife, Demétrius Montenegro, celebrou a cura clínica da paciente e disse que, na maioria dos casos, os pacientes têm registrado boa resposta ao tratamento.

Na Itália, Alma Clara Corsini, de 95 anos, é uma das primeiras pessoas a serem curadas do coronavírus. Ela posou ao lado dos médicos para registrar o momento. O caso aconteceu na província de Modena, no norte do país.

A informação é da Gazzetta di Modena.
A internação da senhora começou no último dia 5 de março.

Um outro caso de cura aconteceu na região da Lombardia, uma das regiões onde há mais mortes. Trata-se de um idoso de mais de 97 anos curado do coronavírus. Ele recebeu alta nesta semana e conseguiu se recuperar de uma pneumonia.

No Irã, uma mulher de 103 anos foi curada do novo coronavírus, apesar da elevada taxa de mortalidade entre as pessoas com mais de 70 anos, informou a agência oficial Irna.

A paciente havia sido internada na cidade de Semnan, a 180 km ao leste de Teerã, de acordo com a Irna, agência de notícias local.

De acordo com a agência, este é o segundo caso de paciente de idade muito avançada que contrai a doença covid-19 e se recupera no Irã.

A Irna mencionou o caso de um homem de Kerman, sudeste do país, que sobreviveu à pneumonia viral aos 91 anos.

Ele foi curado depois de três dias da doença, apesar de sofrer hipertensão e asma, circunstâncias agravantes.