Novas medidas reduzem o transporte público no Rio e cancela Passe Livre O governo do estado Rio de Janeiro vai publicar ainda nesta terça-feira (17) um novo decreto para ajudar no combate ao novo coronavírus. Um conjunto de medidas determina a redução de 50% da frota e ônibus, barcas, trens e metrô. Além disso, o Passe Livre será suspenso.

Segundo o governador Wilson Witzel, como as aulas estão suspensas, não há razão para manter o passe livre.

A ideia é manter nos transportes apenas pessoas sentadas. Para garantir que não haja aglomerações, haverá fiscalização.

No mesmo decreto haverá uma determinação para que os restaurantes tenham apenas 30% de sua capacidade, e que, caso seja possível, os clientes priorizem os serviços de entrega, que podem ser feitos pelo próprio estabelecimento.

O documento decreta situação de emergência no estado devido aos 31 casos registrados do novo coronavírus.

O estado de emergência se caracteriza pela iminência de danos à saúde e aos serviços públicos. A situação de emergência vai permitir contratações sem licitação na área da Saúde, além de recomendações sobre os empreendimentos que devem ser fechados ou funcionar parcialmente.

* Shoppings funcionarão em um turno;
* Lojas dos shoppings estarão fechadas e só a praça de alimentação ficará aberta;
* Os bares e restaurantes das praças de alimentação devem funcionar com 1/3 das mesas;
* Academias devem ser fechadas.