Estado Islâmico diz que coronavírus “contagia por ordem de Allah” O grupo jihadista EI (Estado Islâmico) publicou neste domingo (15) um guia de instruções para epidemias, com recomendações para lidar com a pandemia do novo coronavírus, que, segundo os extremistas, contagia "por ordem de Allah". Um ato contraditório uma vez que o Estado Islâmico é responsável por grandes atentados terroristas e por milhares de mortes de cristãos. Provavelmente o grupo já matou muito mais que o coronavírus.

A mensagem, que é baseada na sharia, a lei islâmica, em primeiro lugar, pede para que as pessoas mantenham a fé contra a covid-19, doença provocada pelo vírus, mas também contra qualquer outra enfermidade.

"As doenças não contagiam por si mesmas, mas sim por ordem de Allah. Aconselhamos quer tenham fé e que se refugiem em Allah", aponta o texto divulgado pelo Estado Islâmico.

Além disso, o grupo pede que as pessoas cubram a boca ao bocejar e espirrar, tapem os recipientes de comida e alimentos, e lavem as mãos antes de tocá-las.

Outro conselho é de que quem está saudável não entre nos territórios afetados pela pandemia, enquanto os doentes não devem sair das áreas consideradas críticas.