Publicidade

Crivella anuncia suspensão de eventos no Rio A prefeitura e o governo do Rio anunciaram hoje (13) medidas para tentar conter o avanço do coronavírus. Eventos com aglomeração de pessoas estão proibidos a partir de segunda-feira (16). Aqueles que já foram autorizados terão os alvarás cancelados e o público será ressarcido, segundo o prefeito Marcelo Crivella, que publicou um decreto que regulamenta o enfrentamento ao coronavírus na cidade.

Um decreto com o mesmo intuito foi publicado pelo governador Wilson Witzel, que criou um gabinete de crise. As medidas, segundo ele, valem por 15 dias e serão reavaliadas ao fim do prazo.

Medidas principais do município e estado do Rio:

*cancelamentos e suspensões valem a partir de segunda-feira

• não dar licença e cancelar alvarás de eventos com aglomeração de pessoas (taxas de alvará e ingressos serão reembolsados, segundo Crivella).
• suspensão das aulas da rede municipal (mantido o almoço) e estadual.
• suspender visita em abrigos.
• suspender atividades em cinemas, lonas culturais, teatros e museus.
• possibilidade de restrição excepcional e temporária de entrada e saída da cidade, por rodovias portos ou aeroportos.
• possibilidade de realização compulsória de vacinação, exames médicos e outros tipos de testes de saúde (não foi detalhado como isso ocorreria).
• Recomendação para ônibus e BRTs evitarem superlotação.
• Recomendação para que pessoas de baixa imunidade não saiam de casa (asma, pneumonia, tuberculose, câncer, demais, crônicos e transplantados).
• Suspensão dos períodos de férias da Saúde e da assistência social durante a pandemia.
• Recomendação de jornadas de trabalho alternativas (indústria, 1º turno, às 6h; comércio, às 8h; e serviço, às 10h), para evitar superlotação nos transportes.
• Apelo para que adotem o trabalho em casa.

A Prefeitura também fica autorizada a adotar, segundo o decreto:
• Isolamento.
• Quarentena.
• coleta de amostras clínicas (compulsoriamente, inclusive).
• estudo epidemiológico (compulsoriamente, inclusive).
• exumação, necropsia, cremação e manejo de cadáver.
• suspensão de atividades no setor público.

A recomendação da Secretaria de Saúde para quem tem uma gripe leve - sem dificuldade de respirar e sem febre - é que fique em casa. Caso sinta algum desses dois sintomas, deve procurar uma Clínica da Família. Qualquer dúvida pode ser tirada por meio do telefone 136.