Cientistas confirmam Gênesis

"A terra era sem forma e vazia e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas." O verso 2 do primeiro capítulo do livro de Gênesis poderia muito bem fazer parte do estudo publicado pelos cientistas Boswell Wing e Benjamin Johnson na revista "Nature Geoscience". Segundo eles, 3,2 bilhões de anos atrás o nosso planeta era coberto completamente por água — não havia nenhum grande pedaço de terra à vista.



A dupla encontrou evidências do que a Bíblia já sugeria: a Terra já foi 100% coberta por oceanos.



"Esta Terra antiga, sem nenhum continente, poderia ser chamada de 'water world' [em tradução livre, 'mundo de água']", escreveram, se referindo também ao filme "Waterworld: O Segredo das Águas" (1995).



Os autores do estudo acreditam que esta descoberta pode mudar a forma de se entender a origem e evolução da vida na Terra, assim como a possibilidade da existência de vida em outros planetas.



Wing e Johnson se concentraram em um pedaço de crosta oceânica encontrado na Austrália, em um sítio arqueológico batizado de Panorama. Eles analisaram diferentes tipos de oxigênio encontrados no local.



A quantidade notável do isótopo oxigênio-18 na crosta oceânica indicaria que ela teria passado muito tempo submersa. "Sem continentes, o valor do oxigênio distinto poderia ser explicado", justificaram no relatório.



"Não há amostras de água oceânica realmente antiga por aí, mas temos rochas que interagiram com a água do mar e 'se lembram' dessa interação", disse Benjamin Johnson, um dos pesquisadores, em comunicado.