Publicidade

Justin Bieber revela em documentário que drogas quase o levaram à morte

A vida de baladas parece cada vez mais distante da realidade de Justin Bieber. O astro pop tem investindo cada vez mais em um caminho com Cristo.

As redes sociais do cantor se transformaram em verdadeiras ferramentas de evangelização. Em uma publicação recente, Bieber aparece no Sunday Service, um culto promovido pelo rapper Kanye West, outro fenômeno da música internacional que tem mantido uma comunhão cada vez maior com o Pai.

A participação de Bieber no culto foi gravada por Kim Kardashian, esposa de Kanye, e publicada por ele em sua conta no Instagram.

Antes de sua aproximação com Deus, Bieber atravessou altos e baixos, inclusive lutando contra uma depressão.

“Seasons”, a série do cantor canadense no YouTube, traz sérias revelações. Em um dos episódios, Bieber fala do seu envolvimento com drogas.

“Decidi parar porque eu estava morrendo. Meus seguranças e a equipe ficavam indo no meu quarto à noite para medir meu pulso”, conta.

Discipulado por pastores como Carl Lentz, da Hillsong em Nova York, Estados Unidos, e Judah Smith, da City Church, Justin Bieber já fez uma gravação profissional de canção gospel, uma versão voz e violão da música I Could Sing Of Your Love Forever, um clássico do gênero também interpretado pelo cantor brasileiro André Valadão.