Ouça aqui a Rádio Melodia!

Após orar por vítimas do coronavírus, papa tem indisposição e cancela compromisso Um dia após evento ao ar livre na praça São Pedro, no Vaticano, em que apertou as mãos de dezenas de fiéis e manifestou seus pensamentos aos doentes com coronavírus em todo o mundo, o papa Francisco cancelou nesta quinta-feira (27) sua presença em uma missa, em razão de uma “leve indisposição”, segundo informou a Santa Sé.

O sumo pontífice, de 83 anos, não participou da missa esta manhã na basílica de São João de Latrão de Roma. “Devido a uma leve indisposição, preferiu ficar perto da residência Santa Marta onde vive no Vaticano”, assegurou o diretor de comunicação da Santa Sé, Matteo Bruni, em comunicado.

As outras atividades do dia foram confirmadas, segundo a mesma fonte. O pontífice, que tem dificuldades para caminhar, quase nunca cancela um evento de sua agenda.

Na tarde, o papa também participou da tradicional procissão da Quarta-feira de Cinzas na basílica de Santa Sabina em Roma e cumpriu o rito da cruz de cinzas, gesto que marca o início da Quaresma, tempo de oração e de reflexão para os católicos.
A Itália confirmou, nesta quinta-feira (27), mais duas mortes por Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus. O número de vítimas fatais no país subiu para 14, e também cresceu o número de casos registrados: de 424 para 528, informou a agência de proteção civil.

O país foi o último destino do primeiro brasileiro a contrair a doença. O homem de 61 anos voltou ao Brasil na última sexta-feira (21) com leves sintomas da doença. O diagnóstico foi confirmado ontem pelo Ministério da Saúde.