Publicidade

Prédio desabada na zona norte de SP após temporal Um prédio em construção desabou na rua Eduardo Luis de Trindade, no bairro do Limão, na zona norte de São Paulo na madrugada desta terça-feira (11). Dois veículos ficaram soterrados, mas não houve registro de feridos.

A Defesa Civil foi acionada e os engenheiros estão no local para avaliar se há enventuais riscos em estruturas próximas.

Consequências da chuva
Os reflexos da forte chuva que atingiu São Paulo ainda mantinham a marginal Pinheiros com alagamento na altura da ponte Cidade Universitária e na Ponte do Jaguaré no início da manhã desta terça-feira (11). Na Marginal Tietê, o alagamento afetava ponte do Piqueri e ponte das Bandeiras.

Assim como na segunda-feira, o rodízio ficará suspenso também nesta terça-feira. Em nota, a prefeitura informou que estão mantidas as aulas nas escolas da rede municipal de ensino na terça-feira e os serviços de saúde estão liberados para atendimento em qualquer unidade.

A Ceagesp, principal entreposto de armazéns da Grande São Paulo, segue fechada na manhã desta terça-feira após ser inundada. Uma nova avaliação será feita às 12h, mas a expectativa dos comerciantes é voltar a operar apenas a partir de quarta (12).

A Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomércio-SP) estimou que os prejuízos causados pela chuva devem chegar a R$ 110 milhões.

O número, segundo a entidade, corresponde a 11% da receita diária do comércio instalado na capital, em Osasco, Guarulhos e as nas cidades do ABDC paulista atingidas pela forte enxurrada deste início de semana.