Publicidade

Amor traz felicidade "Amor é quando ele segura a minha mão pouco antes da decolagem do avião", respondeu uma das participantes da pesquisa de um psicólogo, divulgado pelo Jornal da USP (Universidade de São Paulo), e que revelou que a idade, o nível de escolaridade e o gênero são fatores que influenciam a forma como o amor é entendido. O resultado demonstrou que quanto mais velho, mais o ser humano associa amor à felicidade.

Ir atrás de conquistas e do amor verdadeiro é a luta diária de muitos que acreditam que ser feliz 24hs por dia é a solução para muitos problemas.

Um estudo realizado por dois psicólogos, Ed Diener, da Universidade de Illinois, e Shigehiro Oishi, da Universidade de Virginia, com mais de 10 mil participantes de 48 países, mostrou que pessoas do mundo todo consideram a felicidade mais importante do que outras realizações pessoais altamente desejáveis, tais como ter um objetivo na vida, ser rico ou ir para o céu.

A felicidade é um sentimento individual, pois cada pessoa tem uma bagagem genética e personalidade que irá regular essa intensidade emocional. A felicidade pode vir de onde menos se espera. Por isso muitos amores e relacionamentos surgem de encontros e desencontros inesperados.

Contudo, pode-se concluir que o amor é o combustível que conecta as pessoas e torna a vida mais leve e simples, permitindo que elas sejam mais positivas, realizadas e felizes.

Durante a semana do Dia dos Namorados, muitas iniciativas comerciais de empresas privadas surgem como forma de aproveitar a temática do amor. Como, por exemplo, a rede de parques de diversão Play City, que fará uma ação no Shopping Nova América, no Rio de Janeiro. Entre os dias 11 e 14 de junho, todo casal que fizer selfies na entrada do Play City, colocar as hashtags da promoção #playcity #lugardegentefeliz#diadosnamoradosfeliz e compartilhar com 5 amigos ganhará 70% de desconto no passaporte.