Pastor diz que temporal em MG é juízo de Deus As chuvas que atingiram Minas Gerais nos últimos provocou mais de 50 mortes e também trouxe desentendimentos. O pastor Anderson Silva gravou um vídeo no seu Instagram que revoltou outros pastores. Tudo porque no vídeo ele afirma que as chuvas que caíram sobre Minas expressam o juízo de Deus.

Emocionado, Silva diz que desde agosto do ano passado tem sentido no seu coração o desejo de falar sobre o juízo, mas que Deus daria apenas até dezembro de 2019 para que as pessoas se arrependessem, pois o juízo começaria em janeiro de 2020.

Ele não fala apenas das chuvas, mas também do coronavírus que assombra o mundo, instabilidades políticas e outras situações.

“O Senhor falava tantas coisas violentas no meu coração. Ele falava: ‘Olha o que Belo Horizonte fez comigo, olha o que os ministros que levantei ali fizeram comigo, eles me traíram, eles ergueram impérios em torno de si mesmo, quase todas as bandas e ministérios são CNPJ que não expressam mais paixão, virou negócio'”, declarou Anderson chorando.

Grandes nomes da música gospel nasceram de igrejas da capital mineira, como Diante do Trono, os irmãos Valadão, Nívea Soares, Helena Tannure, entre outros.

“Belo Horizonte vai ser a primeira cidade que Deus vai destruir, pastores que viraram imperadores, as bandas que viraram negócios, 2020 será o ano que publicamente o Senhor irá envergonhar muitos de nós”.

Entre os pastores que critiram a fala de Anderson, está Lucinho Barreto, líder de jovens da Batista da Lagoinha. “Discordo de tudo! Antes de pensar em BH olhe pra sua cidade, Brasília, que levou nossa linda nação ao caos nas últimas duas décadas! Se BH será destruída, Brasília não constará nem na internet. Te amo, Anderson, mas isso que você falou não tem nada a ver!”

Os pastores Felippe Valadão e André Valadão concordaram com Lucinho Barretos e escreveram: “Boa kkkkkkkkkk” e “Kkkkkk ai ai ai é cada um viu…”, respectivamente.

O pastor Carlito Paes, de São José dos Campos, entrou no debate e escreveu no Twitter.

“Não confundam ‘bater na igreja de Cristo’ com ‘ser voz profética’. Quando recebemos um recado profético de Deus para alguém, devemos perguntar para Deus onde mora a pessoa e devemos ir na casa dela entregar a Palavra, como fez Natã com Davi, se for para uma cidade, pode entregar na praça pública mesmo como fez Jonas, na internet fica genérico. Tudo o que nosso inimigo deseja é ver irmãos contra irmãos e igreja contra igreja, como isto enfraquece o Reino e une as trevas! Triste!”.

Diante das respostas, o pastor Anderson voltou a postar, desafiando os pastores de BH a mostrarem seus extratos bancários. E depois publicou uma ministração do pastor Márcio Valadão que também fala sobre o juízo de Deus.