Publicidade

Banco de sangue do Hospital Geral de Nova Iguaçu amplia atendimento

A partir da próxima segunda-feira (03), até o dia 28 de fevereiro, o banco de sangue do Hospital Geral de Nova Iguaçu (HGNI) vai ampliar seu horário de funcionamento em uma hora. A coleta será das 7h30 às 13h30 – exceto fins de semana e feriado.  

O grande objetivo da mobilização é manter o estoque abastecido durante o mês, principalmente nas semanas que antecedem o Carnaval, quando as doações de sangue diminuem e a demanda aumenta.

Para manter o estoque abastecido, o HGNI necessita de 600 bolsas de sangue coletadas por mês, porém o banco de sangue recebe, em média, 350 doadores, cerca de 40% abaixo do ideal. De acordo com o diretor médico, Lino Sieiro, durante o feriado do Carnaval, o número de atendimentos a casos de trauma, como acidentados, feridos por arma de fogo, arma branca e agressões, que vêm de toda a Baixada Fluminense, costuma ser maior, assim como a utilização do sangue para procedimentos de urgência e de rotina.

"É um período onde, infelizmente, ocorrem mais acidentes e a violência aumenta. Isso faz com que a procura por atendimentos no hospital seja grande. Por isso precisamos estar preparados com mais bolsas de sangue para termos uma reserva maior. É importante a doação de sangue, pois muitas vezes esse ato singelo é decisivo para salvar a vida de várias pessoas", destaca ele.

Em época de vacinação contra o sarampo, a pessoa que pretende doar sangue deve tomar esta atitude antes de ser imunizada. Caso contrário, deverá aguardar 30 dias para que novamente esteja apta a doar.

Localizado próximo à recepção geral do HGNI,  na Avenida Henrique Duque Estrada Meyer 953, na Posse, o banco de sangue, único público da Baixada Fluminense vinculado ao Hemorio, necessita de doações de todos os tipos sanguíneos. Além de abastecer o hospital, também fornece sangue à Maternidade Mariana Bulhões.



Recomendações




  • Pessoas entre 16 e 69 anos que estejam bem de saúde e pesem mais de 50 quilos;

  • Não é necessário estar em jejum;

  • Não pode doar quem ingeriu alimentos gordurosos nas últimas quatro horas ou bebidas alcoólicas no dia anterior;

  • Vacinados contra o sarampo devem aguardar no mínimo 30 dias;

  • Mulheres que estejam amamentando só podem doar após 6 meses;

  • Tatuados só podem doar 1 ano após ter feito a tatuagem;

  • Gestantes não podem doar;

  • Menores de idade de 16 e 17 anos também podem ajudar a salvar vidas, porém precisam da autorização dos pais ou responsáveis. O modelo de declaração está disponível no site do Hemorio: (http://www.hemorio.rj.gov.br/html/pdf/menor_idade.pdf).