Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil

Nesta quarta-feira, dia 12 de junho, é o Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil. A data será marcada com mobilizações em todo o país.



Diversas instituições que compõem a Rede Nacional de Combate ao Trabalho Infantil já estão promovendo eventos como audiências públicas, caminhadas, exposições, panfletagem e seminários, entre outros.



As ações são parte da campanha Criança não deve trabalhar, infância é para sonhar, realizada pelo Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI), Organização Internacional do Trabalho (OIT) e Ministério Público do Trabalho (MPT).



O objetivo é sensibilizar e motivar uma reflexão da sociedade sobre as consequências do trabalho infantil e a importância de garantir às crianças e aos adolescentes o direito de brincar, estudar e sonhar, vivências que são próprias da infância e que contribuem decisivamente para o seu desenvolvimento. Nas redes sociais, a iniciativa é identificada pela hashtag #InfanciaSemTrabalho.



“A campanha é uma oportunidade para exigir do Estado brasileiro o cumprimento da meta de eliminar o trabalho infantil até 2025. Essa mobilização ganha importância com a participação dos Fóruns Estaduais, de municípios e entidades parceiras”, afirma Isa Oliveira, Secretária Executiva do FNPETI.



MUSEU DO AMANHÃ (RJ)

Um dos marcos da campanha ocorrerá no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro. Neste dia 12 de junho, haverá rodas de debates, oficinas com adolescentes e apresentações culturais. Na mesa de abertura, ‪às 10h‬, está previsto o lançamento oficial da campanha “Criança não deve trabalhar, infância é para sonhar”, além da apresentação de dados sobre trabalho infantil, com representantes do FNPETI, OIT e MPT, entre outros.



O evento é promovido pelo Fórum Estadual de Combate ao Trabalho Infantil e Proteção ao Trabalhador Adolescente (FEPETI/RJ), em parceria com o Museu do Amanhã e instituições integrantes do Fórum do Rio de Janeiro. A entrada é franca. Inscrições pelo site: https://bit.ly/2Vymc5a



CRIANÇAS NO TRABALHO

O Brasil tem 2,4 milhões de crianças e adolescentes entre cinco e 17 anos trabalhando, de acordo com dados do IBGE (PnadC 2016). Eles trabalham na agricultura, na pecuária, no comércio, nos domicílios, nas ruas, na construção civil, entre outras situações.