Nevoeiro pode ter causado acidente que matou Kobe Bryant e sua filha Informações paralelas às investigações sugerem que o acidente de helicóptero que vitimou o astro do basquete Kobe Bryant, sua filha Gianna e outras sete pessoas, neste domingo (26), nas proximidades de Los Angeles, pode ter sido provocado pelo mau tempo na região. Segundo a imprensa norte-americana, as condições climáticas eram tão ruins que a polícia não operou com aeronaves pela manhã no condado de Los Angeles.

O FBI está no comando das investigações, que ainda conta com a Agência Federal de Aviação dos EUA e o Conselho Nacional de Segurança no Transporte (NTSB, na sigla em inglês), que nunca registrou um acidente envolvendo um modelo Sikorsky S-76B, igual ao que Kobe estava. Ainda não se sabe se existia uma caixa-preta na aeronave.

Médico legista de Los Angeles, Jonathan Lucas disse que o terreno onde a aeronave caiu é irregular e isso dificulta o trabalho da perícia que trabalha no local. Ele estimou que levaria pelo menos alguns dias para concluir essa tarefa. A situação seria mais complicada porque o ponto da queda é residencial e muitos moradores e curiosos estão se aglomerando para acompanhar a movimentação das autoridades.

O primeiro chamado feito para a polícias para relatar o acidente aconteceu às 9h47 do horário local (14h47 de Brasília). Segundo os bombeiros, não havia nenhum sobrevivente quando o resgate chegou.

“Nossos bombeiros caminharam até o local do acidente, com o equipamento médico e as mangueiras para extinguir um incêndio complicado, gerado tanto por incêndio florestal causado pelo helicóptero”, disse o chefe do Corpo de Bombeiros de Los Angeles, Darys Osby.

As vítimas viajavam do Aeroporto John Wayne, em Orange County, para a cidade de Newbury Park, onde o time de Gianna faria um jogo pelo Mamba Academy, que teria Kobe como técnico. O Orange Coast College, faculdade pública local, já confirmou que o técnico John Altobelli, sua mulher, Keri, e sua filha, Alyssa, e Christina Mauser, técnica da equipe juvenil feminina da instituição, também estavam no helicóptero.

Lenda do basquete
Os dois ouros olímpicos, os cinco títulos da NBA, as 18 participações em All-Star Game, o prêmio de MVP e os 33.643 pontos fizeram de Kobe Bryant uma lenda do basquete internacional

Em uma grande coincidência, o recorde de pontos de Kobe foi ultrapassado por LeBron James um dia antes da queda do helicóptero.

A última manifestação de Kobe nas redes sociais foi justamente uma postagem em respeito a LeBron: “Continuando a levar o jogo adiante, @KingJames. Muito respeito, meu irmão”.

Mesmo sob o impacto da morte de Kobe Bryant, aos 41 anos, a NBA não cancelou a rodada e todas as partidas programadas foram realizadas neste domingo.

No primeiro confronto da rodada, antes de o Denver Nuggets derrotar o Houston Rockets, por 117 a 110, na casa do adversário, um minuto de silêncio foi respeitado pela morte Kobe Bryant.