O líder do governo no Senado Federal, Major Olimpio (PSL/SP), minimizou as supostas conversas do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, com procuradores da Operação Lava Jato vazadas pelo site The Intercept.



Olimpio disse que os vazamentos só o fez ter uma convicção: "o Moro é até melhor do que eu imaginava”, acrescentando que membros do Judiciário e do Ministério Público “não são robôs, são gente de carne e osso” que se tornam amigos pela convivência.



“Isso é natural, você não está influenciando ou invadindo competência constitucional ou competência judicial de quem quer que seja”, completou o senador do PSL.



Questionado na rádio Jovem Pan se a situação pode prejudicar o andamento da reforma da Previdência, o senador argumentou que “não favorece, mas não atrapalha”.



Nas redes sociais, um segmento defende que o único crime na reportagem foi o vazamento da conversa do ministro de forma ilegal e sem fonte revelada.



Outro grupo tem esperança e defende que todos as acusações contra o ex-presidente Lula, inclusive com delação premiada de antigos companheiros de governo, como Antônio Palocci, sejam esquecidas e o petista seja solto.