Tiros provocam correria na Cracolândia

Momentos de tensão foram registrados no início da manhã desta quarta-feira (15) na região da Cracolândia, centro de São Paulo. A Avenida Rio Branco foi interditada por viaturas da polícia, que fecharam o sentido Barra Funda. Policiais entraram em confronto com usuários de drogas e, segundo testemunhas, foram ouvidos disparos de armas de fogo. Um policial militar foi baleado, segundo informou a Secretaria da Segurança Pública (SSP).

A confusão teria começado após a intervenção de agentes da GCM (Guarda Civil Metropolitana) no local. Segundo os policiais, disparos foram ouvidos durante a ação, o que causou grande tumulto na região.

Os usuários de drogas colocaram fogo em colchões e pneus e usaram como barricadas para impedir a aproximação da polícia. 

Desde que apareceu, na década de 1990, quando chegou ao mercado da cidade de São Paulo a versão inalável e altamente viciante da cocaína, o crack, as prefeituras sucessivamente tentaram eliminar a Cracolândia, mas sempre falharam.

Desde então, o chamado “fluxo” da concentração de usuários vem se mudando de uma rua para outra do bairro, sempre perseguido por operações policiais.