Publicidade

Procon RJ alerta para lista de material escolar O Procon Estadual do Rio de Janeiro definiu a lista de material escolar em reunião com representantes do Ministério Público do RJ, Sindicato das Escolas Particulares do Rio de Janeiro (Sinepe-Rj) e também de Niterói.

O encontro foi para aprovar uma lista exemplificada do que pode e não pode ser pedido de material escolar para estudantes a partir de dois anos de idade, com itens descritos de forma clara e precisa. A relação de materiais deve ser divulgada para os pais e responsáveis acompanhada do plano de utilização desse material, para que possam avaliar se, entre o que for solicitado, há ou não produtos que possam ser considerados de uso coletivo – o que é proibido.
A lista a seguir serve como exemplo para os estabelecimentos de ensino particular de todo o estado associados ao Sindicato das Escolas Particulares tanto do Rio de Janeiro quanto de Niterói.

LISTA EXEMPLIFICATIVA ANUAL DE MATERIAL ESCOLAR DE USO COLETIVO, QUE NÃO PODEM SER SOLICITADOS PELA ESCOLA (A PARTIR DE 2 ANOS DE IDADE).

1. Álcool hidrogenado
2. Algodão
3. Bolas de sopro
4. Canetas para lousa
5. Carimbo
6. Copos descartáveis
7. Elastex
8. esponja para pratos
9. Fita/cartucho/toner para impressora
10. Fitas adesivas
11. Fitas decorativas
12. Fitas dupla face
13. Fitilhos
14. Flanela
15. Giz branco ou colorido
16. Grampeador
17. Grampos para grampeador
18. Guardanapos
19. Isopor
20. Lenços descartáveis
21. Livro de plástico para banho
22. Maquiagem
23. Marcador para retroprojetor
24. Material de escritório
25. Material de limpeza
26. Medicamentos
27. Palito de dente
28. Palito para churrasco
29. Papel higiênico
30. Pasta suspensa
31. Pilot para quadro branco
32. Pincéis para quadro
33. Pincel atômico
34. Plástico para classificador
35. Pratos descartáveis
36. Pregador de roupas
37. Produtos para construção civil (tinta, pincel, argamassa, cimento, dentre outros)
38. Sacos de plástico
39. Talheres descartáveis
40. Cola para isopor