Pastor troca o gospel pelo sertanejo Seguidores do cantor Ravel, da dupla Rayssa e Ravel, não estão nada satisfeitos com a decisão dele de trocar o gospel pelo sertanejo. Desde que expôs a mudança em suas redes sociais, Ravel tem recebido comentários negativos. São centenas de lamentos pela escolha do também pastor que por muitos anos cantou em congressos evangélicos no Brasil e fora do país. Ravel agora forma dupla sertaneja com Kell, irmão do cantor gospel Marcos Nunes.

A mudança não foi só de estilo musical, Ravel também ostenta tatuagens nos braços. A novidade está no Instagram da nova dupla @Kelleravel, que anuncia show na virada do ano no bar “Nosso Buteco”, em Goiânia.

Ao ser questionado por uma internauta, Ravel prometeu falar sobre o seu novo projeto em breve. Os comentários negativos estão sem respostas.

“Só lamento. Admirava muito Ravel, mas agora é decepção. Pode até ser que dê certo um tempo, a dupla, mas o que começa no caminho errado não dura”, comentou uma seguidora.

Mas há também os defensores como um que lamentou o fato de as igrejas “não darem valor aos levitas”e questionar “quem somos nós para julgar?”.

A dupla Rayssa e Ravel (irmãos) fez carreira no meio gospel por cerca de 30 anos. Durante a sua trajetória, eles produziram vários sucessos e álbuns no meio religioso. O álbum mais recente foi “Feliz Demais”, lançado em 2017 pela gravadora Graça Music, que alcançou avaliações favoráveis da crítica. Em 2018, a dupla anunciou sua separação. Rayssa segue no Gospel e estará na Igreja Cristã Nova Aliança, em Morrinhos/GO, na virada do ano.