Publicidade

Câmara dos EUA aprova impeachment de Trump
O impeachment do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi aprovado nesta quarta-feira (18) pela Câmara dos Deputados. A Casa votou pela aprovação de duas acusações: abuso de poder e obstrução de congresso. O presidente continuará no cargo, enquanto espera o resultado do julgamento no Senado, que deve acontecer em janeiro.

A suspeita é que Trump tenha usado seu cargo de presidente para pressionar o governo ucraniano a produzir material que o ajudaria nas eleições de 2020, sob ameaça de congelamento de repasse de verba de ajuda militar. Além disso, Trump é acusado de proibir pessoas ligadas a ele de prestarem depoimento na Câmara.


A votação foi precedida por um debate que durou mais de dez horas, no qual discursaram deputados dos partidos Democrata e Republicano, expondo seus pontos de vista a favor e contra o impeachment.

Enquanto o impeachment era aprovado, Trump participava de um comício em Battle Creek, Michigan.

“Não parece que estamos sofrendo impeachment", disse Trump à multidão. “O país está indo melhor do que nunca. Não fizemos nada de errado. Temos um tremendo apoio no Partido Republicano, como nunca tivemos antes", discursou.

Segundo analistas, o processo não deve se concretizar, já que a maioria do Senado pertence aos Republicanos, partido de Trump. Para perder o mandato, Trump precisa ser condenado por dois terços do Senado. Desta forma, seria necessário que cerca de 20 dos 53 senadores do partido do presidente votassem contra ele, algo pouco provável de acontecer.

Trump é o terceiro presidente na história dos Estados Unidos a sofrer um impeachment. Andrew Johnson e Bill Clinton tiveram seus processos de impeachment aprovados pela Câmara, mas ambos foram absolvidos pelo Senado e não perderam o cargo.