Prefeito do Rio promete pagar funcionários da saúde na sexta-feira

No início da tarde desta quarta-feira (11), o prefeito Marcelo Crivella publicou um vídeo direto do Planalto Central, em Brasília, em suas redes sociais, onde anuncia que, na próxima sexta-feira, serão depositados os salários de todos os cinco mil agentes de saúde das Clínicas da Família e dos técnicos de enfermagem. Crivella também comemorou a liberação de R$ 36 milhões para o custeio dos hospitais Albert Schweitzer, Rocha Faria e Pedro II, mas não especificou de onde partiu a verba nem deu detalhes sobre a negociação. Mais cedo, o presidente Jair Bolsonaro disse que estudaria a possibilidade de ajudar a prefeitura do Rio a pagar o décimo terceiro dos servidores municipais e comentou que o prefeito estava “correndo atrás” para honrar os compromissos com o funcionalismo e a população da cidade. “Não paramos um minuto. Várias agendas para tratar de um tema só, recursos para a saúde. Somos credores de vários convênios e precisamos desses recursos para colocar em dia os pagamentos para as OSs”, afirmou o prefeito, fazendo referência a encontros com o presidente Jair Bolsonaro e o presidente da Caixa, Pedro Guimarães. Cerca de 20 mil funcionários de quase 100 das 220 unidades de atenção primária da cidade do Rio fazem uma paralisação por 48 horas. Por isso, a prefeitura vem tentando a autorização de arresto de R$ 325 milhões de verbas carimbadas da União para pagar funcionários de organizações sociais (OSs) que administram hospitais e clínicas da família.


Siga-nos