Comprar a casa própria ou morar de aluguel?

Olá queridos, neste artigo vamos conversar um pouco sobre uma dúvida muito frequente: financiar e comprar um imóvel ou morar de aluguel?

A primeira grande dificuldade que enfrentaremos ao buscar a melhor resposta para esta questão é a cultura brasileira da obrigatoriedade da casa própria. Parece-nos, repito por uma questão cultural e enraizada no nosso subconsciente, que se não temos um imóvel de nossa propriedade, não somos de fato pessoas bem-sucedidas. Algo como se a nossa segurança e realização familiar dependesse de podermos dizer que um imóvel nos pertence, mesmo que tal fato só vá ocorrer, de verdade, após um longo financiamento de 30 anos ou mais.

A melhor resposta, portanto, que talvez parecesse simples, e eu espero poder mostrar que não o é, envolve inúmeras variáveis que devem ser consideradas e que incluem fatores tangíveis e intangíveis, entre outros:



-Se a família tem absoluta convicção que aquele é o imóvel no qual deseja residir por muitos e muitos anos.

-Se a prestação não está acima da capacidade de pagamento da família.

-Se a prestação não excede o valor do que se pagaria em um aluguel de um imóvel semelhante.

-Se este é realmente um sonho da família e não de apenas um dos seus membros.

-Se todos da família estão dispostos a "pagar" o preço deste sonho por muitos e muitos anos.

É fundamental entendermos que a melhoria da qualidade de vida através da moradia, não é obrigatoriamente ter um imóvel próprio, mas que independe de o mesmo ter sido comprado ou alugado e muito mais de outros componentes, tais como: localização, proximidade do trabalho e escola, área específicas que atendam as necessidades de cada família (crianças e idosos precisam de espaços específicos).

Antes de decidir por comprar uma casa, é preciso avaliar a organização financeira, reserva de emergência, aposentadoria e proteção, o momento profissional, necessidades específicas de cada família.

Em suma, além das questões subjetivas, precisamos atentar para o fato de que se no momento atual é realmente necessária a compra de um imóvel ou se a alternativa de algo mais funcional seria mais apropriada, permitindo inclusive a formação de uma reserva maior de recursos que, bem investidos, permitirão uma compra futura muito mais vantajosa do ponto de vista financeiro e da qualidade de vida familiar.



Com afeto!


Mais lidas

Siga-nos

s