Religiosos destacam valores humanos em celebração ecumênica pelo Dia da Justiça Representantes de diferentes religiões se uniram, nessa sexta-feira (6/12), em um culto ecumênico pelo Dia da Justiça. Conduzida pelo desembargador Ademir Pimentel e realizada no Foyer do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, no Centro, a cerimônia contou com líderes budistas, espíritas, evangélicos, católicos e judeus, que exaltaram a importância dos valores humanos, e, portanto, essenciais à Justiça. O evento teve a participação dos corais da OAB/RJ, Amigos do TJRJ e OAB/Niterói.

Também estiveram presentes autoridades, como o presidente do TJRJ, desembargador Claudio de Mello Tavares; o ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre Moraes, e o governador Wilson Witzel, entre outras; além de magistrados, advogados, serventuários, entre outros convidados.

Membro e pastor da Igreja Batista Manancial da Gávea, o defensor público Paulo Ricardo, disse ser essencial a ideia de que o exercício de Justiça tenha sempre um olhar fraterno:

“É impossível fazer Justiça sem luz no coração. Podemos ter toda uma vestimenta, todo um lugar de autoridade, podemos ter tudo, mas nós temos sempre que amar o próximo. Sem amor, nada é completo”, enfatizou.