Publicidade

Falso padre dá golpe de R$ 100 mil Uma família de Seropédica, na Baixada Fluminense, foi vítima de golpe de um falso padre. Luiz França de Lima, de 25 anos, fez uma jovem acreditar que ela tinha leucemia e ainda prometeu cuidar dos trâmites de sua separação, depois que ela descobriu que o marido era homossexual.

Mas a moça não estava doente e ele não desfez seu casamento. A única coisa que o falso padre fez foi dar um prejuízo de mais de R$ 100 mil à família com supostas ajuda de tratamento e orientação jurídica.

O falso padre fez todos acreditarem que ele era professor da Universidade Rural e formado em filosofia pela PUC. Tudo mentira. Luiz só estudou até o quinto ano do ensino fundamental.

Luiz afirma que recebeu R$ 50 mil para anular o casamento, mas “não fez nada”. Ele disse que gastou o dinheiro com as viagens que fez e na compra de terrenos na cidade de Santa Cruz, Pernambuco.

O rapaz, apesar de se apresentar como padre, admitiu à polícia que tem um relacionamento homossexual. Ele também alegou ter distúrbios mentais e traumas de infância, como a morte violenta do pai.

Após prestar depoimento, o falso padre foi liberado. Ele será indiciado pela Polícia Civil pelos crimes de estelionato, furto qualificado e falsidade ideológica.