Publicidade

Bolsonaro confirma ida à posse do novo presidente do Uruguai O presidente Jair Bolsonaro conversou nessa quinta-feira (28), por telefone, com o presidente eleito do Uruguai, Luís Lacalle Pou. Durante sua live semanal transmitida no Facebook, Bolsonaro voltou a confirmar presença na posse do novo mandatário, em 1º de março de 2020.

“Foi uma conversa bastante saudável, amiga. Ele é conservador, é de direita, tem um programa muito parecido com o nosso — disse. A posse dele é em 1º de março do ano que vem, já confirmei a minha presença. Convidei para estar no Brasil também”, falou o presidente.

Pelo Twitter, Bolsonaro também parabenizou o presidente eleito e reforçou a aproximação com o país vizinho.

"Brasil e Uruguai cada vez mais serão grandes parceiros, na promoção da democracia e nas relações comerciais", escreveu.

Após dias de uma contagem minuciosa dos chamados "votos observados", Lacalle Pou foi reconhecido como presidente ontem pela corte eleitoral uruguaia. A disputa pelo pleito era acirrada contra Daniel Martínez, candidato da coalizão de esquerda que governa o país há 15 anos.

Eleito em sua segunda tentativa de chegar à Presidência, o candidato do Partido Nacional (blanco), Luis Lacalle Pou, 46 anos, mostra-se hoje mais maduro do que a figura que se apresentou como "jovem" na campanha de 2014 e que perdeu no segundo turno para o socialista Tabaré Vázquez.

Casado e pai de três filhos, o presidente eleito do Uruguai nasceu em Montevidéu em 1973, ano em que começou a ditadura que comandou o país durante 12 anos.

Advogado, filho de pais políticos -o ex-presidente Luis Alberto Lacalle Herrera (1990-1995) e a ex-senadora Julia Pou-, Lacalle Pou defende que o Uruguai mude de posição em relação à Venezuela, passando a atuar junto ao Grupo de Lima por mais pressões contra a ditadura de Nicolás Maduro.