Bolsonaro vai a culto em Manaus e promete ministro evangélico para o STF

Entre um compromisso oficial e outro, o casal presidencial sempre encontra um tempo na agenda para ir à igreja. Desde ontem (26), o presidente Jair Bolsonaro e a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, estão em Manaus, onde foram recebidos pelo governador Wilson Lima e pela primeira-dama Taiana Lima. À noite, eles participaram de um culto de gratidão a Deus e à vida do presidente. A celebração aconteceu no Centro de Convenções Canaã. 



Em um discurso de 15 minutos para cerca de 8 mil pessoas, segundo os organizadores, no templo da Assembleia de Deus, em Manaus, o presidente Jair Bolsonaro se comprometeu a indicar em breve um ministro evangélico para o Supremo Tribunal Federal, que como ele "lutará pela manutenção da família".



“Pegamos o Brasil moral, ética e economicamente falido. Não sou evangélico, mas sou cristão. O meu governo lutará pela manutenção da família, porque nos governos anteriores colocavam até em livros escolares que (uma família) podia até ser formada por um juntamento de duas coisas. E tem duas vagas para ministro do Supremo, e um será cristão e evangélico”, frisou Bolsonaro, olhando para o pastor e juiz William Douglas.



A primeira cadeira a ser preenchida na Corte pelo presidente deverá ser a do atual decano, o ministro Celso de Mello. Ele vai aposentar em novembro do ano que vem, ao completar 75 anos.



Nas redes sociais, Michelle Bolsonaro publicou fotos do dia em Manaus e avisou aos seguidores que a agenda continua nesta quarta-feira (27) com visita à I Feira de Sustentabilidade do Polo Industrial de Manaus.