Publicidade

Missionários na Albânia falam sobre terremoto que atingiu o país

Mais de 10 pessoas morreram e mais de 600 ficaram feridas no terremoto de 6,4 de magnitude que atingiu a Albânia nesta terça-feira (26). Muitos edifícios desabaram, deixando pessoas soterradas.



A família missionária de Missões Mundiais na Albânia, Pr. Henrique Davanso, missionária Henriqueta Pechoto e a filha do casal, Emanuelle, pede orações. 



Eles acordaram na madrugada de hoje assustados com o forte terremoto que atingiu o país. Segundo a família, que está na cidade de Lezha, “foram 30 segundos intermináveis de fortes tremores”. “Em 15 anos não havíamos passado por nada parecido”, disse a missionária. 



O tremor é o mais forte a atingir o país europeu da Península dos Balcãs em décadas. O abalo foi sentido na capital, Tirana, onde moradores em pânico correram para as ruas, e em países vizinhos.



As autoridades mobilizaram 400 militares para participar em operações de emergência em Durres e Thumane, onde várias pessoas estão nos escombros de edifícios, informou o ministério da Defesa.