Publicidade

Roubos e tumultos marcam festa do Flamengo no Centro do Rio Terminou em tumulto a comemoração da torcida do Flamengo no Centro do Rio, na tarde deste domingo (24).

Torcedores entraram em confronto com a PM logo depois que o caminhão que levava os campeões da Libertadores deixou a Avenida Presidente Vargas, na altura do monumento a Zumbi dos Palmares.

A polícia usou bombas de gás para dispersar a multidão. A confusão começou por volta das 16h15 assim que o trio entrou na rua do Santana e o som foi desligado. Os torcedores tentaram furar o cerco e houve correira. Muitas crianças ficaram no meio do tumulto.

Um carro a serviço da prefeitura atropelou um agente da guarda municipal. Ainda não há informações sobre o estado de saúde dele.

Torcedores do Flamengo começaram a se reunir no Centro do Rio pela manhã para a festa do bicampeonato na Libertadores.

O desfile em carro aberto com os jogadores e comissão técnica começou pouco antes das 13h na Candelária.

Antes mesmo da festa, um grupo de ladrões tentava roubar e furtar celulares na multidão. Um dos torcedores deu um grito após sofrer uma tentativa de assalto, o que gerou correria, tumulto e busca por linchamento.

A polícia militar e o grupamento do Centro Presente logo chegaram ao epicentro da confusão e evitaram algo pior. Vários rubro-negros relataram ataques de mais ladrões que já tinham sido levados pela PM.