Wilson Witzel vai ao jogo do Flamengo e presidente do TJ assume governo do Rio O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, o vice Cláudio Castro e o presidente da Assembleia Legislativa, André Ceciliano, terceiro na linha de sucessão, estarão em Lima, no Peru, para assistir à final da Libertadores entre Flamengo e River Plate. Na ausência dos três, o presidente do Tribunal de Justiça do Rio, desembargador Claudio de Mello Tavares, assume interinamente o governo do Rio de hoje (22) até domingo (24).

Witzel foi convidado pelos organizadores da competição. As despesas da viagem foram pagas pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), uma vez que o Rio sediará a competição no ano que vem. Já Castro acompanha Witzel, mas afirma que viaja com recursos próprios. Ceciliano, por sua vez, está de licença não remunerada no Chile, onde o jogo seria inicialmente realizado, e tenta comprar passagem para o Peru para assistir à partida.

O rito de substituição dos chefes dos poderes está previsto na Constituição estadual, em seu Artigo 141:

“Em caso de impedimento do governador e do vice-governador, ou de vacância dos respectivos cargos, serão sucessivamente chamados ao exercício da chefia do Poder Executivo o presidente da Assembleia Legislativa e o presidente do Tribunal de Justiça”.

A partida entre brasileiros e argentinos será às 17h deste sábado (23), pelo horário de Brasília.