Dia da Consciência Negra: onde é feriado e quem foi Zumbi dos Palmares
Celebrado nesta quarta-feira (20) em homenagem a Zumbi dos Palmares, o Dia da Consciência Negra é feriado em municípios de 16 Estados brasileiros, de acordo com a Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial.

Incluída no calendário escolar em 2003, a data é válida para em todas as cidades situadas em Alagoas, Amazonas, Amapá, Mato Grosso e Rio de Janeiro. Nas demais localidades, a paralisação das atividades ocorre a partir de determinações municipais.

Quem foi Zumbi dos Palmares

Os relatos sobre a infância de Zumbi dos Palmares são controversos: a versão mais popular é que, logo após o nascimento no quilombo, em 1655, ele teria sido vendido por portugueses ao padre Antônio Melo.

Mas há quem diga que não é possível provar se ele nasceu no quilombo ou se veio da África.

Por outro lado, a vida adulta de Zumbi já é mais conhecida. No quilombo, era o homem de confiança do chefe do povoado, Ganga Zumba, e trabalhava como líder do exército de Palmares.

No final do século 17, Zumbi já liderava sozinho o quilombo. Em 1692, o bandeirante Domingos Jorge Velho reuniu 9 mil homens para atacar o núcleo de resistência à escravidão. Após semanas de luta, os inimigos invadiram Palmares, e Zumbi fugiu.

Três anos depois, em 20 de novembro de 1695, ele foi traído e morto por um companheiro, Antônio Soares. Por isso, tornou-se símbolo da resistência negra durante o período da Escravidão — e continua sendo até hoje.