Moradora de rua é morta a tiros após pedir R$ 1,00 Aderbal Ramos de Castro está preso na Delegacia de Homicídios de Niterói acusado de ter matado a tiros uma moradora de rua depois que ela pediu R$ 1 a ele no Centro de Niterói, na Região Metropolitana do Rio, no fim da madrugada de sábado (16).

Imagens de câmeras de segurança registraram o momento em que Zilda Henrique dos Santos Leandro, de 31 anos, conhecida como Néia, foi baleada.

Nas imagens, ela aparece falando e gesticulando, até que vai em direção a um homem que passa pelo local. Ele tenta desviar, mas Néia o acompanha.
Em seguida, o homem saca a arma e dispara, pelo menos, duas vezes em direção à mulher. Depois disso, ele sai andando com a arma na mão enquanto a vítima fica caída no meio da rua.

Uma testemunha que viu o crime tentou socorrer a vítima acenando para um carro que passava, mas ninguém parou. Néia ainda chegou a ser socorrida pelos bombeiros para o Hospital Estadual Azevedo Lima, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O crime aconteceu na Rua Barão de Amazonas, no Centro do município. Segundo a Polícia Militar, a vítima estava pedindo R$ 1 ao homem que atirou contra ela.