O suposto estupro de Neymar

Há muito tempo, talvez uns 10 anos ou um pouco mais, eu estive em Santos/SP e conheci um pastor de uma igreja grande nessa região. E ele então chegou pra mim e a gente falando um pouco de futebol, ele disse: "Olha grava um nome. Estão falando muito de Robinho. Anota esse nome, Neymar. Esse cara vai estourar."



E ele disse: "Eu sou pastor do pai, da mãe e do Neymar". Ele falou que o menino tinha um futuro enorme. Sem dúvida alguma, o Neymar é um fenômeno. Mas o que acontece é que muitas pessoas não sabem lidar com o sucesso. Deus entrega um presente e a pessoa joga fora.



Recentemente nós temos acompanhado um escândalo desnecessário. Um cara como o Neymar pagou uma passagem e hospedagem para uma mulher sair do Brasil para encontra-lo na França.



O pecado é assim, ele começa devagarinho. A mulher conseguiu o WhatsApp dele, ficou mandando nudes. O cara vê, começa a olhar, começa a imaginar. Olha o rolo que deu! A cabeça do cara vai no pé. Chegou a se lesionar, não vai nem jogar a Copa América.



Mas o que acontece? As pessoas colocam Deus de lado e acham que elas estão no comando. Se você olhar a vida do Neymar, entenderá que a gente precisa tentar ajuda-lo, porque ele está muito longe de Deus.



E o que me deixa muito triste é ver que ele era de uma família que o pastor fez questão de falar. Mas o pai se separou, as coisas foram acontecendo. Toda hora é um escândalo.



Mas o que eu queria sugerir, porque eu sou um pastor que luto tanto para poder atrelar teoria à prática, é mostrar que amar Jesus não é da boca para fora.



E quando eu lembro do Neymar com aquela faixa, foi até proibido pela FIFA, escrito “100% Jesus”, com camisa “100% Jesus”, sinto vontade de ler para ele Romanos 1.16. Paulo dizia assim: "Eu não me envergonho do evangelho". Mas se Paulo fosse escrever hoje em dia, completaria: "Mas tem muita gente que tem envergonhado o meu evangelho".



Não é questão de falar de Jesus. Nós precisamos viver Jesus em nossa vida. Muitos estão no mesmo caminho. Talvez você não tenha a grana que o Neymar tem, mas o caminho é o mesmo.



Nasceu e foi criado dentro da igreja, mas aí acha que é o cara. Abandona todo mundo, abandona família, abandona mulher, aí a vida vai se tornando um grande problema.



Eu quero convidar você para que a gente ore pelo Neymar. A sementinha está plantada no coração dele. É uma pena, porque mesmo tendo o pai ao lado, ele está perdido.



Queria ter a oportunidade de dizer ao Neymar que Deus continua o mesmo. Ele está de braços abertos esperando o retorno do Neymar para que possa ser chamado “filho de Deus” com toda força.


s