Flordelis realiza congresso missionário 5 meses após morte do marido No fim de semana em que a morte do pastor Anderson do Carmo completou cinco meses, a viúva Flordelis esteve envolvida com o Congresso Internacional de Missões 2019 – CIM – evento já tradicional do Ministério Flordelis, do qual o pastor Anderson era um dos fundadores e principais nomes.

Personalidades da música gospel e da família da deputada e pastora estiveram presentes ao CIM, realizado neste sábado (17) e domingo (18) na Cidade do Fogo, em São Gonçalo/RJ. Além de dirigir a programação, Flordelis também cantou.

Nas redes sociais, Flordelis relembrou momentos com o pastor, assassinado no dia 16 de junho na casa da família, em Pendotiba, Niterói/RJ.

“Se não fosse Deus, eu não estaria de pé! Hoje, completa 5 meses sem meu amor. Pensei que ao passar dos dias a dor iria diminuir, mas não! A Cidade do Fogo está realizando hoje a 14ª edição do congresso CIM. Congresso este que foi gerado por Deus no coração do meu esposo em 2006. Assistir essa retrospectiva e ver que hoje você não está mais aqui ao meu lado só aumenta ainda mais a saudade”, publicou a parlamentar em suas redes sociais.

“Que o Senhor me dê forças para continuar esse legado enquanto eu viver! Aos meus intercessores, continuem orando por mim, por minha família, por minha sogra e por todas as ovelhas do Ministério Flordelis, que nesta data, mais do que nunca, sentem a falta que faz o seu pastor”, finalizou.

Enquanto isso, o caso segue com novos desdobramentos. Os filhos do casal Lucas Cézar dos Santos (adotivo) e Flávio dos Santos (biológico apenas de Flordelis) permanecem presos. Mas uma testemunha, ex-patroa de Lucas, disse em depoimento que o acusado foi forçado a escrever a carta de confissão do crime. Até o momento, ele é o único que irá a júri popular.

Em seu último depoimento, Lucas revelou que recebeu um texto já pronto e que só copiou o conteúdo.