Pedágio volta a ser cobrado na Linha Amarela A Justiça do Rio teve uma nova decisão favorável à concessionária Lamsa e liberou a cobrança de pedágio na Linha Amarela. A retomada da cobrança de R$ 7,50 aconteceu cerca de duas horas após a proibição da retomada da administração da via pela prefeitura do Rio de Janeiro.

Em nota, a prefeitura lembrou que "após exaustivas investigações, apurou prejuízo de quase R$ 2 bilhões causados pela concessionária à população do Rio de Janeiro.

Alguns motoristas protestaram ao passarem pela praça do pedágio, após a volta da cobrança. Vários fizeram um 'buzinaço' no local.

A juíza Regina Lúcia Castro de Lima, da 6ª Vara de fazenda Pública, afirmou que para a prefeitura retomar o controle da via é preciso assegurar o direito da concessionária à ampla defesa, e o prévio pagamento em dinheiro da indenização.

Segundo o despacho, caso a prefeitura mantenha a encampação da via, o prefeito Marcelo Crivella terá que pagar uma multa diária de R$ 100 mil.